Produção de refrigerantes tem queda em maio

  • variacaoSICOBEmaio2015-maio2016

Após o aumento na produção de refrigerantes em abril – alta de 8% em comparação a abril/2015 –, em maio foi contabilizada queda de 2% no volume em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Foram produzidos no último mês 1.129.341.103 de litros de refrigerantes. Os dados são do Sistema de Controle de Bebidas (SICOBE) da Receita Federal do Brasil.

Nos cinco primeiros meses de 2016 a queda acumulada chega perto de 3,7% frente ao mesmo período de 2015.  O aumento da produção no quarto mês do ano colaborou para diminuir a retração e foi devida principalmente às altas temperaturas que marcaram o abril mais quente das últimas décadas, conforme informou a Agência Espacial Americana (NASA) – o último recorde registrado nos termômetros foi em 2010. Observa-se ainda que o calor desse período seguiu ainda pelos primeiros dias de maio. Nos próximos meses, com a chegada do inverno, a produção de refrigerantes deve sofrer novo impacto.

Confira abaixo os dados de produção de janeiro a maio de 2016 e a variação em relação ao ano de 2015.

Em janeiro de 2015 foram produzidos 1.374.344.609 litros de refrigerantes; em comparação a janeiro de 2016, que chegou a 1.217.144.150 litros, a variação foi negativa de -11,4%.

O mês de fevereiro de 2015 alcançou a marca de 1.188.978.731 de litros contra 1.121.833.827 em fevereiro de 2016, com uma variação negativa de -5,6%.

A produção de março de 2015 foi de 1.243.217.887 litros, ao passo que março de 2016 foram produzidos 1.178.359.536 de litros, com variação negativa de -5,2%.

Em abril de 2015, a indústria produziu 1.109.905.060 de litros de refrigerantes. Na comparação com o mesmo período de 2016, foram produzidos 1.199.117.780 litros, com variação de 8,0% (única comparação positiva).

Já no mês de maio de 2015 foram produzidos 1.152.842.339 de litros da bebida, enquanto no maio de 2016, o setor obteve produção na marca de 1.129.341.103 de litros, com variação novamente negativa de -2,0%.

O total dos cinco primeiros meses desses dois anos (comparação 2015 e 2016) apontam uma produção de 6.069.288.626 de litros em 2015 e uma produção de 5.845.796.396 de litros de refrigerantes em 2016 (considerando apenas janeiro a maio), com variação negativa para 2016, na ordem de -3,68%.

Fonte: Dados SICOBE | Abir – Associação Brasileira da Indústria de Refrigerantes