Centrosucar realiza curso de Derivativos Agrícolas para clientes e prospects

  • centrosucar-200

Conhecimento e networking como ferramenta de atuação em parcerias

Com objetivo de oferecer entendimento completo sobre o impacto que uma commodity representa na formação dos preços dos produtos finais nas indústrias alimentícias, a Centrosucar – comercializadora de açúcar cristal, açúcar líquido e açúcar líquido invertido – decidiu oferecer a seus clientes, consumidores industriais de açúcar, um curso de Mercado Futuro e Derivativos.

“O curso é uma iniciativa da empresa para que o mercado, clientes, prospects e possíveis parceiros possam entender o quanto o açúcar, uma commodity agrícola, negociada em larga escala mundial, com apreçamento e contratos em bolsas de valores, e, portanto, sujeito às oscilações de preços, pode afetar a produção industrial de seus produtos no preço final para o varejo e em seus contratos de venda”, avalia Antonio Petzold, diretor da Centrosucar.

O curso aconteceu no último dia 1º de dezembro, no Hotel Paulista Wall Street, em São Paulo, e reuniu cerca de 10 profissionais de empresas clientes convidadas pela Centrosucar, como Vigor, Mavalério, Danone, Arco Íris, Liotecnica, entres outros, além de profissionais da equipe interna da própria Centrosucar.

Para a realização do curso, a Centrosucar contratou a Archer Consulting – consultoria especializada em gestão de riscos, mercado futuro e derivativos agrícolas –, que possui ampla experiência na condução de cursos e workshops nesse segmento, além de consultoria em gestão de riscos em commodities agrícolas. O curso foi conduzido pelo consultor Arnaldo Luiz Corrêa, gestor de riscos e especialista no setor sucroalcooleiro, com a ideia de trazer, em um único dia, o conteúdo introdutório dos cursos disponíveis pela Archer.

“A iniciativa foi muito importante. Demonstra, por parte da Centrosucar, respeito ao cliente, disponibilizando o conhecimento de técnicas avançadas de gestão de risco, ajudando seus parceiros comerciais a diminuírem o desnecessário risco à exposição de preços. Uma iniciativa a ser copiada por todos”, opina Arnaldo.

Segundo a gerente comercial da Centrosucar, Andreia Kahn, o curso também foi uma excelente oportunidade de networking entre os profissionais. “A ideia de trazer conhecimento como parte de nosso relacionamento com clientes e posicionar a empresa com essa iniciativa para o setor mostra um pouco do que pretendemos ser no mercado, uma empresa diferenciada no fornecimento dos melhores produtos de açúcar líquido e líquido invertido, com um formato moderno na atuação em nossas parcerias”, completa Andreia.

Esse evento foi um sucesso também entre os participantes. De acordo com Rogério Minhoto, da Mavalério – fabricantes de doces e confeitos –, e que já opera compras de açúcar na Bolsa de New York, o workshop foi a oportunidade de aprender a utilizar novas ferramentas de avaliação e de acompanhamento do mercado. “Espero transformar esse aprendizado em resultados positivos para a Mavalério”.