*Ambev anuncia compra da ‘Do Bem’ e entra no mercado de sucos

  • sucos e refrigerantes-centrosucar

A Ambev anunciou nesta segunda-feira (25) a aquisição da fabricante da marca de sucos Do Bem, por valor não divulgado.

“A Do Bem chega para expandir e fortalecer a atuação da divisão de não alcoólico da companhia”, informa a Ambev em comunicado.

A aquisição marca a entrada da Ambev – que é parte da AB Inbev, maior cervejaria do mundo – no mercado de sucos, segmento que virou alvo das empresas de bebidas. A rival Coca-Cola, por exemplo, comprou a mexicana Sucos del Valle há nove anos.

Criada em 2007 no Rio de Janeiro, a Dom Bem hoje tem operações na França, Espanha e em Portugal. A empresa produz sucos e chás embalados e barras de cereais. A marca foi fundada por Marcos Leta, que, sem recorrer a financiamento bancário ou investidores externos, colocou os dez sabores da marca em nove Estados brasileiros e em mais de 20 mil pontos de vendas pelo país.

Polêmica – Em 2014, a fabricante respondeu a um processo no Conar – órgão que regula campanhas publicitárias no Brasil. A fabricante de sucos afirmava na embalagem dos sucos que as frutas são “colhidas fresquinhas todos os dias e vêm da fazendo do Senhor Francesco do interior de SP, um esconderijo tão secreto que nem o Capitão Nascimento poderia descobrir”.

Mas a afirmação foi questionada com o argumento de que as laranjas seriam processadas por empresas como a Brasil Citrus, que também trabalha para outras marcas.

O conselho de ética acolheu os argumentos da defesa da Do Bem, que sustentou que as frutas têm de fato origem na fazenda de seu “Francisco” e em várias outras fazendas de personagens reais. No caso julgado, o conselho analisou o teor da comunicação, e não o produto.

Além da Do Bem, a Diletto também respondeu a outro processo pela mesma razão.

Fonte: Reuters / Folha de S.Paulo