Perfil: a indústria do chocolate no Brasil

  • barra de chocolate_centrosucar_açúcar líquido_imagem pixabay

A indústria do chocolate fatura mundialmente aproximadamente US$ 60 bilhões por ano. O Brasil é o quarto maior produtor de chocolate do planeta e está sempre na lista dos dez maiores consumidores.

Nos últimos 10 anos, o consumo de chocolate no Brasil cresceu, em média, 11% ao ano. Em 2011, a produção de chocolates chegou a 390 mil toneladas. O país tem hoje a maior taxa de incremento de consumo de chocolate per capita no mundo. Dados mais recentes apontam que nosso consumo passou de 0,2 kg por ano em 2002 par 1,3 kg por ano em 2010.

(…)

Existem 38 grandes fabricantes no Brasil, que exportam seus produtos para 174 países. Dados indicam que a Nestlé, a Kraft e a Garoto detém cerca de 90% do mercado brasileiro, enquanto a Mars conta com 3% e o restante do mercado distribuído entre centenas de companhias regionais.

A Kraft Foods é a segunda maior fabricante de chocolates do Brasil, com 35,8% das vendas em 2009, e segundo a Nielsen, está atrás apenas da Nestlé e de sua controlada, a Garoto, que têm 22,5% e 22% do mercado, respectivamente.

(…)

A qualidade do cacau produzido no país é comparada hoje às melhores do mundo. Esse desenvolvimento se deve a novas variedades produtivas e resistentes, inovações tecnológicas em sistemas de produção e o desenvolvimento de técnicas pós-colheita.

Com cerca de 60 mil agricultores cultivando cacau, o Brasil tem seis estados produtores da commodity. A Bahia possui a maior parcela, com 61% da produção nacional e o Pará vem em segundo, com 23%. Os estados de Roraima, Espírito Santo e Amazonas respondem por 15%.

Fonte: Business Review Brasil